Baudolino

Baudolino by Umberto Eco

Title: Baudolino
Author: Umberto Eco
ISBN10: 8501060267
ISBN13: 978-8501060266
Publisher: Record; 3a edition (2001)
Language: Portuguese Brazilian
Subcategory: Foreign Language Fiction
Size PDF: 1358 kb
Size Fb2: 1529 kb
Rating: 3.8/5
Votes: 529
Pages: 459 pages
Other Format: lrf rtf lit azw

Baudolino by Umberto Eco


pdf epub fb2 djvu


Download links

Baudolino - Umberto Eco
PDF version

1358 downloads at 24 mb/s
Baudolino - Umberto Eco
FB2 version

1529 downloads at 25 mb/s
Baudolino - Umberto Eco
ePUB version

1435 downloads at 19 mb/s

"Porque é verdade. Mas não penses que te censuro. Se queres transformar-te num homem de letras, e, quem sabe um dia escrever Histórias, deves também mentir, e inventar histórias, pois senão a tua História ficaria monótona. Mas terás que fazê-lo com moderação. O mundo condena os mentirosos que só sabem mentir, até mesmo sobre coisas mínimas, e premia os poetas que mentem apenas sobre coisas grandiosas."

Depois do estrondoso sucesso de O Nome Da Rosa, Umberto Eco - o mais importante intelectual italiano deste século - retorna à Idade Média, dessa vez para homenagear sua cidade natal, a piemontesa Alessandria. Enquanto O Nome Da Rosa, seu livro mais famoso, recria o clima soturno da Inquisição, Baudolino gravita em torno dos prazeres da corte de Federico Hohenstaufen, conhecido como Barbarossa, à época da Terceira Cruzada. A história engloba justamente o período entre 1152 e 1204, começando com a ascensão de Barbarossa ao trono e terminando com a conquista de Constantinopla pela temida ordem dos cavaleiros templários. A trama é protagonizada por Baudolino - adolescente, criativo e mentiroso que dá título à obra - e Niceta Coniate, personagem inspirado em um historiador e orador que viveu na corte de Constantinopla. A narrativa retrocede, enquanto Baudolino conta a Niceta suas aventuras e desventuras, numa mistura de fantasia e realidade, História e faz-de-conta. Tudo isso temperado por inúmeras situações cômicas.

No intervalo, Eco embaralha os seus personagens inventados e produz o mais recorrente efeito de seu texto: interferir em acontecimentos históricos conhecidos por meio de atos ou circunstâncias vividas pelos personagens fictícios. "Através deste romance," explica Eco, "releio o período medieval como fruto das invenções de um jovem." Numa pequena aldeia do baixo Piemonte, onde mais tarde se fundará Alessandria, Baudolino, camponês fantasioso, cai nas graças de Federico Barbarossa e se torna seu filho adotivo. Mentiroso compulsivo, Ba[...]